..

 
     
 
 
   
 
 

 
     
  CONVERSA DE COZINHA  
     
 

Os chefes de cozinha e apaixonados por gastronomia em geral vão se esbaldar. Chega a

Guaratinguetá, na segunda quinzena de novembro, uma das franquias que mais crescem no Brasil,

mesmo em um período de recessão econômica, a Mundo Cheff viu seu faturamento mais que triplicar

em apenas um ano. Fundada em 2010 pelos irmãos Rodrigo e Ronaldo Chiavenato, a loja oferecia

uma enorme gama de utensílios culinários, o que era uma inovação para o mercado da época. Com

os bons resultados obtidos em 2015, a marca firmou sociedade com a holding NQZ Multi e, no ano

seguinte, iniciou seu processo de expansão, vendendo franquias.

 

No final de 2016 a rede faturou R$ 1,2 milhão, bem acima dos R$ 350 mil referentes ao ano anterior,

e a estimativa dos sócios da empresa é que 2017 acompanhe este rápido crescimento, afinal, estão

previstas mais oito inaugurações até o final deste ano, totalizando 15 unidades nas regiões Sul e

Sudeste do país.

 

O negócio proposto pela Mundo Cheff contempla um segmento que está crescendo cada vez mais a

cada ano, o que fez com que a marca fechasse 2016 com um faturamento 3,5 vezes maior do que o

de 2015. E contra toda a expectativa do mercado, na contramão da crise, a rede de franquias

conseguiu se expandir para os estados de São Paulo, Espírito Santo, Minas Gerais e Santa Catarina,

onde possui hoje sete lojas ativas.

 

Com outros contratos já fechados, a Mundo Cheff deve inaugurar até o final do ano outras oito

unidades, encerrando 2017 com 15 franquias ativas. Além de comercializar uma variedade de mais

de 1.200 diferentes produtos, as lojas têm alcançado bons resultados no faturamento. “Só a

unidade matriz da Mundo Cheff aumentou seu faturamento em 16,7% no primeiro semestre de

2017, comparado ao mesmo período do ano anterior”, comenta Ronaldo Chiavenato, um dos sócios-

diretores da marca.

 

A rede de franquias oferece ainda uma série de vantagens aos novos empreendedores.“É o que

chamamos de ‘Tripé de Negócios’, oferecemos ao franqueado a loja física, que tem seu investimento

inicial parcelado, o compartilhamento das vendas do site e o treinamento para vendas corporativas”

explica Rodrigo Chiavenato, também sócio-diretor da Mundo Cheff.

 

Para abrir uma franquia física da marca, é preciso ter um investimento inicial a partir de R$ 200 mil

(sendo quase 50% do valor para criação do estoque de produtos), e esse valor pode ser parcelado

em até 180 dias, sendo que a montagem do negócio é feita em 45 dias. O franqueado ainda

participa das vendas pelo site, que direciona as compras realizadas on-line para a unidade da

Mundo Cheff mais próxima do comprador. Assim, além de o cliente receber o que comprou pelo site

de maneira mais rápida, o franqueado terá a oportunidade de construir sua base de relacionamento

com clientes locais. E o novo proprietário também passa por um treinamento para promover vendas

corporativas para bares, restaurantes e hotéis. Os fundadores da Mundo Cheff estimam uma

lucratividade de 15% a 30% a seus franqueados, com taxas de royalties e propaganda fixas.